Corvinal

Parabéns! Sou o monitor Robert Hilliard, e estou encantando em recebê-lo na CORVINAL. Nosso emblema é a águia, que sobrevoa onde outros não conseguem escalar; as cores de nossa casa são azul e bronze, e nossa Sala Comunal é no topo da Torre da Corvinal, atrás de uma porta com uma aldrava encantada. As janelas em arco ambientadas em nossa circular sala comunal dão vista para o terreno da escola: o lago, a Floresta Proibida, o campo de quadribol e as estufas de Herbologia. Nenhuma outra casa na escola possui paisagens tão belas.

Sem querer se gabar, essa é a casa das bruxas e dos bruxos mais inteligentes. Nossa fundadora, Rowena Ravenclaw, prezava o saber acima de tudo – assim como nós. Diferente das outras casas, que possuem entradas escondidas para suas salas comunais, nós não precisamos de uma. A porta para a nossa sala comunal fica no topo de uma alta escada em espiral. Não há maçaneta, mas sim uma encantada aldrava de bronze no formato de uma águia. Quando você bater na porta, a aldrava vai te fazer uma pergunta, e se você a responder corretamente, poderá entrar. Essa simples barreira tem mantido todos fora, menos corvinais, por quase mil anos.

Alguns primeiranistas ficam assustados em ter que responder às perguntas da águia, mas não se preocupe. Corvinos aprendem rápido, e em breve você apreciará os desafios que a porta lança. Não é incomum achar vinte pessoas em frente à porta da sala comunal, todos tentando encontrar a resposta do dia juntos. Essa é uma ótima forma de conhecer colegas corvinais de outros anos, e aprender deles – embora seja um pouco irritante se você tiver esquecido seu uniforme de quadribol e precise entrar e sair rapidamente. Aliás, eu te aconselharia a checar três vezes tudo que você precisa na sua mochila antes de sair da Torre da Corvinal.

Outra coisa legal sobre a Corvinal é que nossos membros são os mais reservados – alguns podem até considerá-los excêntricos, mas gênios geralmente estão numa sintonia diferente das pessoas comuns, e ao contrário de algumas outras casas que poderíamos mencionar, nós achamos que você tem o direito de vestir o que quiser, acreditar no que quiser e dizer o que você sente. Nós não tentamos mudar pessoas que são diferentes; pelo contrário, nós as valorizamos!

Falando de excêntricos, você vai gostar de nosso Chefe de casa, o professor Fílio Flitwick. As pessoas geralmente o subestimam, porque ele é muito pequeno (achamos que ele é parte elfo, mas nunca fomos rudes o suficiente para perguntar) e tem uma voz esganiçada, mas hoje ele é o melhor e mais bem informado mestre de Feitiços do mundo. A porta de seu escritório está sempre aberta para qualquer corvinal com um problema, e se você está realmente mal ele vai te dar esses deliciosos cupcakes pequeninos que ele mantém numa lata na gaveta da escrivaninha e os faz dançar uma dancinha para você. Na verdade, vale a pena fingir que você está mal só para vê-los dançar.

A casa da Corvinal tem uma história lustrosa. A maioria dos melhores inventores bruxos esteve em nossa casa, incluindo Perpetua Fancourt, o inventor do lunascópio, Laverne de Montmorency, um ótimo pioneiro das poções do amor, e Ignatia Wildsmith, a inventora do pó de flu. Dos famosos corvinais Ministros da Magia, está incluída Millicent Bagnold, que estava no poder na noite em que Harry Potter sobreviveu à maldição do Lord das Trevas, e defendeu as celebrações bruxas por todo o Reino Unido com as palavras ‘Eu afirmo nosso direito inalienável à festa’. Houve também o Ministro Lorcan McLaird, que era um bruxo muito brilhante, mas preferia se comunicar soltando fumaça da ponta de sua varinha. Bem, eu disse que produzimos excêntricos. Na verdade, nós também fomos a casa que deu ao mundo bruxo Uric, o Excêntrico, que usava uma água-viva como chapéu. Ele é o final de muitas piadas bruxas.

Quanto à nossa relação com as outras três casas: bem, você provavelmente já ouviu falar dos sonserinos. Nem todos são maus, mas você faria bem em ficar alerta até conhecê-los bem. Eles têm uma grande tradição de casa de fazer o que for preciso para ganhar – então fique esperto, principalmente em jogos de quadribol e exames.

Os grifinórios, tudo bem. Se eu tivesse uma crítica, diria que os grifinórios tendem a ser exibicionistas. Eles também são bem menos tolerantes do que somos com pessoas que são diferentes; na verdade, eles são conhecidos por fazer piadas de corvinos que desenvolveram um interesse em levitação, ou os possíveis usos mágicos de meleca de trasgo, ou ovomancia, que – como você provavelmente sabe – é o método de adivinhações usando ovos. Grifinórios não possuem nossa curiosidade intelectual, enquanto que nós não vemos problema se você quiser passar seus dias e noites partindo ovos num canto da sala comunal e escrevendo suas previsões de acordo com a forma que as gemas caem. Na verdade, é provável que você encontre algumas pessoas para te ajudar.

Quanto aos lufa-lufos, bem, ninguém poderia dizer que não são boas pessoas. Na verdade, eles fazem parte do grupo de pessoas mais agradáveis da escola. Vamos apenas dizer que você não precisa se preocupar muito com eles quando o assunto é competição na época de exames.

Acho que isso é quase tudo. Ah sim, o fantasma de nossa casa é a Mulher Cinzenta. O resto da escola pensa que ela nunca fala, mas ela conversa com corvinais. Ela é particularmente útil se você está perdido ou extraviou algo.

Tenho certeza de que você terá uma boa noite. Nossos dormitórios são em torres fora da torre principal; nossas camas de dossel são cobertas em edredons de seda azul céu e o som do vento assobiando ao redor das janelas é muito relaxante.

E de novo: parabéns em se tornar um membro da mais inteligente, mais bizarra e mais interessante casa de Hogwarts.

Traduzido por: Marina Anderi em 30/08/2011.
Revisado por: Antônio Kleber em 08/09/2011.
Postado por: Daniel Mählmann em 16/09/2011.