O Casebre no Rochedo

Quando as cartas misteriosas foram enviadas à Rua dos Alfeneiros, os Dursley se mudaram. Elas continuaram a chegar mesmo quando eles se hospedaram em um pequeno Hotel em Cokeworth, e foi devido a isso que tio Válter levou sua família para um pequeno casebre localizado em um grande rochedo no meio do mar, para onde ele acreditava que ninguém poderia enviar cartas. O casebre era o mais miserável que Harry havia visto; ele cheirava a algas marinhas e as tábuas rangiam quando eram pisadas. O vento soprava pelos buracos das paredes dos dois quartos e, para o horror de Duda, não havia televisão.

Lá, Harry descobriu que era um bruxo. À meia noite, Hagrid derrubou a porta, entregou a carta à Harry e contou sobre sua família. Tia Petúnia revelou que sabia que a mãe de Harry era uma bruxa, que achava que ela era apenas esquisita e que sempre soube que Harry poderia ter habilidades mágicas. Os Dursley deixaram o casebre pela manhã, sem a companhia de Harry.

Traduzido por: Luis Otávio Botelho em 28/10/2011.
Revisado por: Ismael Philip em 28/10/2011.
Postado por: Daniel Mählmann em 28/10/2011.