Alastor ‘Olho-Tonto’ Moody

Alastor ‘Olho-Tonto’ Moody é um auror aposentado, e um velho amigo de Alvo Dumbledore.

Traduzido por: Aline Michel em 23/10/2013.
Revisado por: Antonio Kleber Gomes em 23/10/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 16/01/2014.

Harry Potter e o Cálice de Fogo

Capítulo 11

Moody foi um dos melhores Aurores do Ministério da Magia de seu tempo, e agora está aposentado. Carlinhos diz a Harry que metade das celas de Azkaban estão cheias por causa de Olho-Tonto, e que ele fez muitos inimigos por causa disso. De acordo com Carlinhos, Moody está ficando cada vez mais paranoico em sua velhice; ele não confia em ninguém e vê bruxos das trevas em todo lugar que ele vai. No dia anterior ao inicio das aulas em Hogwarts, houve um incidente na casa de Olho-Tonto, e o Departamento de Uso Impróprio da Magia foi investigar. Moody disse a eles que ele escutou um intruso tentando invadir sua casa, antes que sua lixeira mágica tenha avistado eles.

Traduzido por: Aline Michel em 23/10/2013.
Revisado por: Antonio Kleber Gomes em 23/10/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 16/01/2014.

Capítulo 12

Moody entra no Salão Principal enquanto o som de um trovão ecoa, e para na porta. Ele usa uma capa de viagem preta e se apóia num longo bastão. A luz de um raio o ilumina na porta; ele abaixa seu capuz, revelando seus longos cabelos grisalhos. Quando Moody anda em direção a mesa dos funcionários, ouve-se uma batida ecoando no Salão. Um segundo raio ilumina seu rosto; parecia que ele havia sido esculpido em madeira envelhecida por alguém que tinha apenas uma leve idéia de como um rosto humano era. Cada centímetro parecia ter uma cicatriz, uma parte de seu nariz estava faltando e sua boca parecia com um corte diagonal. Um dos olhos de Moody é pequeno, negro e lustroso; o outro é grande, redondo como uma moeda e de um azul vívido. O olho azul se move constantemente, sem piscar, e gira independentemente de seu olho normal. Ele gira para a direita por um momento, apontando para a nuca de Moody, ficando visível apenas a parte branca para os estudantes ali reunidos.

Moody estica uma mão cheia de cicatrizes para Dumbledore quando alcança o Diretor e os dois se cumprimentam. Moody balança sua cabeça sério quando Dumbledore lhe faz uma pergunta e responde com voz baixa. Ele se senta na cadeira vazia ao lado de Dumbledore e puxa um prato de salsichas em sua direção. Levanta o prato até a altura do seu nariz e as cheira desconfiado. Ele pega uma pequena faca de seu bolso, espeta uma das salsichas e começa a comer. Enquanto faz isso, seu olho normal está fixo na comida, mas seu olho azul aponta para várias direções em seu espaço incansavelmente, observando o salão e os estudantes.

Dumbledore revela que Moody é o novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas. Moody parece completamente indiferente com a recepção nada calorosa com que foi recebido. Ele coloca sua mão dentro do casaco, puxa um cantil e toma um grande gole. Quando ele levanta seu braço para beber, sua capa se levanta alguns centímetro do solo, revelando uma perna de pau que terminava com um pé com garras.

Traduzido por: Orley Lima em 01/02/2014.
Revisado por: Bruna Lopes em 20/03/2014.
Postado por: Pedro Martins em 09/05/2014.

Capítulo 13

O Professor Moody manca descendo as escadas de mármore depois que Draco tenta lançar um feitiço em Harry. Como punição, ele transfigura Draco em uma fuinha pequena e branca e, com sua varinha apontada para a criatura, ele a faz pular para cima e para baixo no ar enquanto adverte o aluno. Diz aos alunos não gostar de pessoas que atacam pelas costas de seus adversários e pensa ser uma coisa covarde a se fazer. Moody permanece calmo quando a Professora McGonagall o confronta, e não parece preocupado quando ela diz que eles não usam Transfiguração como punição em Hogwarts. Ele acha que um choque bom e agudo daria uma mensagem mais rápida para Draco. Moody não se perturba quando Draco o ameaça dizendo que irá contar a seu pai sobre a punição e pede para que Draco diga a seu pai que Moody o está observando. Ele marcha com Draco através das masmorras na busca por Professor Snape, o Diretor da Casa da Sonserina.

Traduzido por: Aline Michel em 22/01/2014.
Revisado por: Renato Augusto Ritto em 14/12/2014.
Postado por: Pedro Martins em 06/01/2015.

Capítulo 14

Moody entra na sala dos alunos do quarto ano para a aula de Defesa Contra as Artes das Trevas. Ele fala que os alunos podem guardar seus livros, pois não precisarão deles. Moody diz que a turma está muito atrasada no que diz respeito a maldições, e que ele vai mostrá-los o mal que os bruxos podem fazer uns pros outros. Ele diz para a turma que ele tem um ano para ensiná-los como lidar com a magia negra, pois pretende se aposentar ao final do ano.

Moody pergunta para a turma se eles sabem quais são as três maldições que são mais fortemente punidas pela lei bruxa. Ele conjura um jarro contendo três aranhas, e procede na performance da Maldição Imperius, Maldição Cruciatus e Maldição da Morte em turnos nas três aranhas durante a aula. Moody é impedido por Hermione de torturar a aranha com a Cruciatus por muito tempo, que percebe que o Neville está sendo muito afetado pela visão da aranha torturada. Depois da aula, Moody cruza por Harry, Rony, Hermione e Neville no corredor fora da sala. Ele insiste que é importante que eles saibam sobre as maldições, por pior que elas possam parecer. Ele convida Neville para uma xícara de chá com ele, e carrega o menino assustado para seu escritório.

Traduzido por: Juliana Torres em 23/02/2014.
Revisado por: Aline Michel em 25/02/2014.
Postado por: Pedro Martins em 17/04/2014.

Capítulo 15

Professor Moody informa os alunos do quarto ano que ele os colocará sob a Maldição Imperius durante sua aula, para demonstrar seu poder e ver se eles podem resistir aos seus efeitos. Quando Hermione questiona a legalidade disso, Moody diz a ela que Dumbledore solicitou que eles aprendessem como a Maldição realmente é, e diz que ela pode sair da sala se quiser. Moody lança a Maldição Imperius em seus estudantes, um por vez, fazendo com que eles façam coisas extraordinárias. Quando chega a vez de Harry, Moody tenta forçá-lo a pular na mesa. Ele fica impressionado quando Harry consegue bloquear a Maldição, e insiste em lançar a Maldição no garoto por quatro vezes, até que Harry consegue bloquear o feitiço completamente.

Traduzido por: Aline Michel em 29/01/2014.
Revisado por: Bruna Lopes em 10/06/2014.
Postado por: Pedro Martins em 09/12/2014.

Capítulo 16

Depois da ceia de boas vindas às delegações de Beauxbatons e Durmstrang, Moody caminha pelas portas do Salão Principal em direção a Harry, Rony, Hermione e Professor Karkaroff. Ele fica lá parado, apoiando-se pesadamente em sua bengala, com seu olho mágico fixado no Diretor de Durmstrang. Ele diz a Karkaroff que a menos que ele tenha algo a dizer para Harry, quem ele está encarando, ele talvez queira se mover, pois está bloqueando a passagem. Ele assiste Karkaroff sair do Salão Principal com um olhar de intenso desgosto em seu rosto mutilado, seu olho mágico fixado nas costas de Karkaroff.

Traduzido por: Aline Michel em 05/02/2014.
Revisado por: Bruna Lopes em 10/06/2014.
Postado por: Pedro Martins em 07/01/2015.

Capítulo 19

Moody foi o Auror que capturou Igor Karkaroff e o mandou para Azkaban, a prisão bruxa. Sirius Black diz a Harry que Moody foi o melhor Auror que o Ministério da Magia já teve, e só porque ele escuta intrusos um pouco frequentemente demais, não significa que ele não possa mais reconhecer a coisa real.

Traduzido por: Aline Michel em 04/03/2014.
Revisado por: Bruna Lopes em 10/06/2014.
Postado por: Daniel Mählmann em 07/01/2015.

Capítulo 20

Professor Moody sai de dentro da sala de aula perto do corredor de Feitiços logo depois de Harry contar a Cedrico sobre os dragões. Ele convida a Harry para segui-lo até sua sala e fecha a porta atrás do garoto. Ele observa Harry de perto enquanto o garoto olha sua sala, e fala para ele sobre os Detectores de Magia Negra que ele tem ali. Moody diz a Harry que ele não quer fazer favoritos, mas quer dar a Harry algumas dicas gerais. Ele encoraja Harry a usar seus pontos fortes, lembrando-o que ele voa excelentemente. Ele dá outra dica para Harry: ele precisa usar uma magia simples e boa para conseguir o que ele precisa. Moody não diz nada diretamente, mas o encoraja a juntar os dois conselhos para descobrir o que ele precisa para a primeira tarefa.

Moody fica com a Professora McGonagall e Hagrid enquanto Harry voa de volta ao solo depois da primeira tarefa. Ele parece muito satisfeito com o sucesso de Harry e seu olho mágico fica se movendo em sua órbita enquanto ele parabeniza Harry.

Traduzido por: Orley Lima em 05/05/2014.
Revisado por: Aline Michel 06/05/2014.
Postado por: Daniel Mählmann em 07/01/2015.