Hermione Granger

Hermione Granger é uma grifinória e a melhor bruxa de sua idade em Hogwarts. Ela tem cabelos castanhos desajeitados e volumosos, olhos castanhos e dentes da frente salientes, e frequentemente demonstra seu conhecimento impressionante. Seus pais são dentistas trouxas.

Traduzido por: Bruna Thalenberg em 24/09/2011.
Revisado por: Raquel Monteiro em 25/09/2011 e Isadora Moraes 28/10/2011.
Postado por: Daniel Mählmann em 28/10/2011.


Harry Potter e a Pedra Filosofal

Capítulo 06

Hermione rapidamente ganha a fama de sabichona e mandona em Hogwarts. Harry e Rony inicialmente tentam ignorá-la.

Traduzido por: Bruna Thalenberg em 24/09/2011.
Revisado por: Raquel Monteiro em 25/09/2011 e Isadora Moraes 28/10/2011.
Postado por: Daniel Mählmann em 28/10/2011.

Capítulo 10

No Dia das Bruxas quando Rony chama Hermione de “um pesadelo”, Hermione passa o resto do dia chorando no banheiro feminino do primeiro andar. Enquanto Harry e Rony tentavam avisá-la sobre o trasgo montanhês que tinha sido solto no castelo, acidentalmente prenderam o monstro no banheiro com ela. Eles se unem em trio e trabalham juntos para derrubar o trasgo. Através de seu triunfo, tornam-se amigos.

Traduzido por: Thaiza Paula em 29/10/2011.
Revisado por: Evandro Lira em 29/10/2011.
Postado por: Daniel Mählmann em 29/10/2011.

Capítulo 11

Hermione fica um pouco mais tranquila depois de se tornar amiga de Harry e Rony, ajudando-os de vez em quando e conferindo as lições dos garotos. Quando ela suspeita que Snape esteja tentando azarar Harry para derrubá-lo da vassoura durante a partida de Quadribol, ela corre até o lugar onde ele estava e coloca fogo em suas vestes.

Traduzido por: Érika Zemuner em 29/10/2011.
Revisado por: Evandro Lira em 29/10/2011.
Postado por: Daniel Mählmann em 29/10/2011.

Capítulo 14

Hermione não só encontra informações sobre Nicolau Flamel como convence Hagrid a contar a ela, Harry e Rony mais informações sobre quem forneceu encantamentos para a Pedra Filosofal.

Traduzido por: Isadora Moraes em 29/10/2011.
Revisado por: Marina Anderi em 29/10/2011.
Postado por: Daniel Mählmann em 29/10/2011.

Capítulo 15

Hermione e Harry ajudaram Hagrid a organizar a ida do Dragão Norueguês Norberto para a Romênia, onde Carlinhos Weasley iria recebê-lo, visto que era ilegal deixá-lo permanecer em Hogwarts. Harry e Hermione o levaram para a torre mais alta de Hogwarts e entregaram o dragão para os amigos de Carlinhos. Contudo, o zelador Filch os pegou no ato. Hermione e Harry perderam cinquenta pontos cada um, receberam detenções e ficaram mal-falados na escola.

Traduzido por: Luis Otávio em 29/10/2011.
Revisado por: Julia Novais em 30/10/2011.
Postado por: Daniel Mählmann em 30/10/2011.

Capítulo 17

Quando Hermione, Harry e Rony passam pelo alçapão para as câmaras subterrâneas que protegem a Pedra Filosofal, Hermione inicialmente entra em pânico, mas em seguida, reúne sua inteligência a tempo de repelir o Visgo do Diabo. Na penúltima câmara, ela usa a lógica para escolher corretamente a poção que permite que Harry vá em direção à câmara final. Ela recebe cinqüenta pontos para a Grifinória pelo uso de raciocínio inabalável sob pressão.

Traduzido por: Thaiza Paula em 29/10/2011.
Revisado por: Lorena Aquino em 30/10/2011.
Postado por: Daniel Mählmann em 31/10/2011.


Harry Potter e a Câmara Secreta

Capítulo 04

Errol entrega uma carta de Hermione para Ron e Harry, onde ela sugere que eles se encontrem no Beco Diagonal.

Hermione encontra Harry e a família Weasley no Beco Diagonal onde ela e seus pais estão escolhendo material escolar. Ela tem estado muito ocupada já fazendo trabalhos da escola e está muito empolgada para a sessão de autógrafos do professor Lockhart.

Traduzido por: Amanda Mendes em 12/07/2012.
Revisado por: Marina Anderi em 12/07/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 16/07/2012.

Capítulo 06

Hermione ganha vinte pontos para a Grifinória na primeira aula de Herbologia do ano após responder corretamente à pergunta da professora Sprout sobre as mandrágoras.

Hermione tira a nota máxima no questionário feito pelo professor Lockhart durante a primeira aula de Defesa contra as Artes das Trevas. Ela admira muito Lockhart, mesmo depois do desastre dos diabretes.

Traduzido por: Renan Lazzarin em 19/09/2012.
Revisado por: Junior Campelo em 20/09/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 23/09/2012.

Capítulo 07

Após Hermione insultar o time de Quadribol da Sonserina, alegando que Draco Malfoy entrou apenas por seu pai ter presenteado o time com vassouras Nimbus 2001, Draco a chama de Sangue-ruim. Hermione não entende o significado do termo, mas o mesmo causa revolta entre os grifinórios. Rony explica posteriormente que o termo é um apelido feio dado a alguém nascido trouxa.

Traduzido por: Lorena Sousa em 19/09/2012.
Revisado por: Junior Campelo em 20/09/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 23/09/2012.

Capítulo 08

Na festa de aniversário de morte do Nick Quase Sem Cabeça, Hermione identifica um fantasma de olhar triste como a Murta Que Geme, que assombra o banheiro das meninas. Hermione afirma que é muito difícil conseguir alguma privacidade quando ela está sempre gemendo do lado.

Hermione encontra Madame Norra petrificada com Harry e Rony. Ela acompanha os dois meninos até o escritório de Lockhart com os professores.

Traduzido por: Raquel Silva em 19/09/2012.
Revisado por: Evandro Lira em 19/09/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 23/09/2012.

Capítulo 09

Depois que Madame No-r-r-a é Petrificada, Hermione passa todo seu tempo na biblioteca tentando descobrir mais sobre a lenda da Câmara Secreta. Já que os exemplares de Hogwarts: Uma História foram retirados da biblioteca, ela pergunta ao Professor Binns sobre o assunto durante a aula de História da Magia seguinte. O Professor Binns e a classe inteira ficam surpresos (ninguém nunca havia levantado a mão durante a aula dele antes). No começo Binns se recusa a contar a lenda, mas Hermione insiste, até que ele cede e conta a história.

Após a aula de História da Magia, Hermione, Harry e Rony voltam ao local do ataque. Hermione convence Harry e Rony a investigar o Banheiro da Murta, já que esta foi a responsável pela inundação do chão do banheiro na noite do ataque. Ela garante que não há problema se os garotos entrarem, já que ninguém usa esse banheiro. Mais tarde, sugere que ela, Harry e Rony preparem a Poção Polissuco para se disfarçarem de alunos da Sonserina a fim de descobrir se Draco é o herdeiro de Sonserina.

Traduzido por: Mari Trevisan em 20/09/2012.
Revisado por: Antônio Kleber em 22/09/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 23/09/2012.

Capítulo 10

Hermione pede a Lockhart uma permissão por escrito para pegar Poções Muy Potentes da Seção Reservada da biblioteca. Inicialmente ela queria guardar o papel (com a assinatura de Lockhart) em vez de dá-lo à senhora Pince.

Hermione diz que a preparação da Poção Polissuco levará um mês caso eles consigam alguns ingredientes restritos. Hermione percebe que esses ingredientes terão que ser roubados da reserva particular de Snape e se voluntaria para fazer isto, já que é a menos propensa dos três a ser expulsa se forem pegos.

Traduzido por: Gabriel Guimarães em 20/09/2012.
Revisado por: Renato Ritto em 20/09/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 23/09/2012.

Capítulo 11

No dia depois da partida de Quadribol entre Grifinória e Sonserina, Hermione e Rony entreouvem a Professora McGonagall dizendo ao Professor Flitwick que Colin havia sido pertrificado e imediatamente começam a preparar a Poção Polissuco. Na quinta-feira seguinte, Harry cria uma distração na aula de Poções e Hermione rouba os ingredientes requeridos do escritório do Professor Snape.

Durante o Clube dos Duelos, Hermione faz par com a sonserina Emília Bullstrode. Ela termina a luta com uma chave de cabeça. Hermione revela a Harry que ser ofidioglota é um famoso dom de Salazar Slytherin, e que essa habilidade de Harry de falar isso pode indicar que ele é seu descendente.

Traduzido por: Renato Ritto em 20/09/2012.
Revisado por: Junior Campelo em 20/09/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 23/09/2012.

Capítulo 12

Cedo na manhã de Natal, Hermione costuma ir à Poção Polissuco, acrescentando hemeróbios. Ela então acorda Harry e Rony, dizendo a eles que a Poção está pronta.

Hermione prepara dois bolos incrementados com uma Poção do Sono para Harry e Rony levarem a Vicente Crabbe e Gregório Goyle, assim eles poderiam conseguir pedaços de seus cabelos para a Poção Polissuco. Ela pretende usar um cabelo arrancado das vestes de Emilia Bulstrode durante o Clube dos Duelos.

A transformação da Poção Polissuco em Hermione não vai bem; ela se recusa a ir à sala comunal da Sonserina com Harry e Rony e em vez disso fica para trás no banheiro. Quando Harry e Rony retornam, eles encontram Hermione parecendo um gato, coberta de pelos e ostentando uma calda: ela supõe que o cabelo usado na Poção devia pertencer ao gato de Emilia. Uma vez que a Poção Polissuco serve apenas para transformações humanas, Hermione deve ir à ala hospitalar para se recuperar.

Traduzido por: Gabriel Guimarães em 31/10/2012.
Revisado por: Junior Campelo em 31/10/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 01/11/2012.

Capítulo 13

Hermione tenta, sem sucesso, revelar o conteúdo do diário misterioso esfregando-o com um revelador e usando a magia Aparecium.

Rony suspeita que Hermione enviou à Lockhart um cartão de Dia dos Namorados.

Traduzido por: Junior Campelo em 08/11/2012.
Revisado por: Camila Dantas em 10/11/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 12/11/2012.

Capítulo 14

Antes do jogo de quadribol da Grifinória contra Lufa-Lufa, Harry ouve a voz desencarnada no castelo novamente. Hermione tem uma compreensão sobre a voz e desaparece à biblioteca sem explicar. Pouco tempo depois, McGonagall marcha até o campo de quadribol e cancela a partida. Ela leva Harry e Rony à ala hospitalar, explicando que houve outro ataque: Penélope Clearwater, uma monitora da Corvinal, e Hermione foram ambas encontradas petrificadas com um espelho pequeno e circular por perto.

Traduzido por: Gabriel Guimarães em 01/11/2012.
Revisado por: Junior Campelo em 01/11/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 07/11/2012.

Capítulo 16

Hermione tinha um pedaço de papel seguro em sua mão quando ela foi petrificada; Harry e Rony o encontram ao visitá-la. Harry o puxa até soltar para descobrir uma página arrancada de um velho livro da biblioteca que descreve um basilisco, e em cujo em rodapé Hermione escrevera ‘Tubos’. Isto leva Harry a perceber que Hermione tinha trabalhado em descobrir o que o monstro na Câmara Secreta era e como ele vinha fazendo para se locomover ao redor da escola.

Traduzido por: Gabriel Guimarães em 02/11/2012.
Revisado por: Gabriel Amaral em 09/11/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 12/11/2012.


Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Capítulo 01

Hermione envia a Harry um Kit de Manutenção para Vassouras para seu aniversário. O presente é acompanhado por uma carta na qual ela fala para Harry sobre sua viagem à França com seus pais.

Traduzido por: Gabriel Guimarães em 21/12/2012.
Revisado por: Evandro Lira em 25/12/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 26/12/2012.

Capítulo 04

Junto com Rony, Hermione encontra Harry no Beco Diagonal no último dia das férias e está com uma aparência bem morena devido à sua viagem à França. Ela está bem preocupada por Harry ter inflado Tia Guida e está surpresa por ele não ter sido punido ou expulso de Hogwarts. Hermione tem com ela três malas lotadas no Beco Diagonal, cheias de livros para as disciplinas extras que ela fará neste ano,motivo pelo qual os garotos a provocam.

Hermione ganhou dinheiro de seus pais, como presente de aniversário adiantado, e quer usá-lo para si comprar uma coruja. Ela vai até a loja Animais Mágicos com os garotos e fica sozinha na loja quando os dois correm atrás dofugitivo Perebas. Em vez de comprar uma coruja, ela aparece segurando Bichento – o mesmo gato que tentou atacar Perebas. Eladefende o grande gato ruivo e fica surpresa por ele ter ficado tanto tempo na loja sem ter sido vendido. Voltando ao Caldeirão Furado com Rony e Harry, ela se junta aos sete Weasley e a Harry para um delicioso jantar na mesa junto ao balcão.

Traduzido por: Danilo Chalita em 26/12/2012.
Revisado por: Juliana Torres em 28/12/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 29/12/2012.

Capítulo 05

Hermione, Rony e Harry entram na cabine no final do Expresso de Hogwarts, que já está ocupada por um homem dormente. Hermione o identifica por Professor R. J. Lupin devido ao nome que está em sua mala e supõe que ele seja o novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, uma vez que essa é a única vaga disponível em Hogwarts. Quando Harry conta a Rony e Hermione o que tinha ouvido sobre Sirius Black na noite anterior, Hermione fica preocupada que ele, talvez, possa sair em busca de problemas. Harry e Hermione ouvem Rony, animado, contar sobre Hogsmeade, o vilarejo bruxo. Quando Harry revela que não poderá ir a Hogsmade, uma vez que os Dursley não assinaram a carta de permissão, Hermione pensa que é provavelmentemelhor dessa forma, já que Black está solto. Depois, quando o Expresso de Hogwarts começa a parar, Hermione diz que é cedo demais para ter chegado em Hogwarts. Depois de o Dementador ter deixado a cabine, Hermione e Rony ajoelham-se ao lado de Harry e tentam reanimá-lo; Quando ele acorda, Hermione explica como o Professor Lupin mandou o Dementador embora. E que ele talvez estivesse à procura de Sirius Black. Quando, finalmente, chegam a Hogwarts, Hermione é puxada para um canto pela Professora McGonnagal, que quer conversar com ela sobre sua agenda para o ano que se inicia.

Traduzido por: Danilo Chalita em 28/12/2012.
Revisado por: Renato Ritto em 03/01/2013
Postado por: Daniel Mählmann em 11/01/2013.

Capítulo 06

No café-da-manhã, no Salão Principal, Hermione examina o seu novo quadro de horários, feliz com a perspectiva de começar novas matérias. Ela acaba com as preocupações de Rony sobre quão lotado está seu quadro de horários, dizendo que já fui tudo acertado com a Professora McGonagall. Depois de café-da-manhã, o trio segue em direção à Torre Norte para a primeira aula de Adivinhação. Em território desconhecido no castelo, eles estão incertos sobre como chegar à sala de aula.

Na sala de Adivinhação, Hermione fica chocada quando a Professora Trelawney anuncia que os livros não ajudam muito nessa aula. Ela pouco se impressiona com a leitura que Trelawney faz das folhas de chá de Harry, e não acha que o formato das folhas de chá de Harry chegam perto de parecer com o Sinistro. Rony e Harry a encaram incrédulos enquanto ela desafia as visões de Trelawney. Depois, na aula de Transfiguração, Hermione explica para a Professora McGonagall porque a turma parece tão deprimida, e fica impressionada quando a professora expressa sua opinião sobre a morte iminente de Harry. Hermione conta para Rony e Harry que acha que não vai continuar na aula de Adivinhação por muito mais tempo, se tivesse que fingir ver morte em pelotas de chá.

Na primeira aula de Hagrid, Rony, Hermione e Harry são os únicos três que se aproximam do cercado dos Hipogrifos. Depois do encontro de Harry com Bicuço, ele assiste a Hermione a Rony com um diferente e acastanhado Hipogrifo. Depois que Draco Malfoy é atacado, Hermione corre para abrir o portão para Hagrid que carrega Draco para o castelo. Os três amigos se preocupam com o fato de que Hagrid possa ser demitido, e apesar da relutância de Hermione em aceitar que Harry queira sair do castelo à noite, eles visitam Hagrid em sua cabana. Tentam reassegurar Hagrid, que tem se afundado em tristeza desde a aula. Enquanto Hagrid fica sóbrio, ele fica muito bravo com o trio por terem ido visitá-lo, amaldiçoando Rony e Hermione por terem deixado Harry sair no escuro. Ele os acompanha de volta ao castelo.

Traduzido por: Juliana Torres em 23/12/2012.
Revisado por: Mari Trevisan em 23/12/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 11/01/2013.

Capítulo 07

Junto com o resto da turma, Hermione, Rony e Harry são levados para a sala dos professores para sua aula de Defesa Contra As Artes das Trevas. Ainda que ela ganhe pontos por responder a pergunta do professor Lupin sobre os bichos-papões, Hermione fica desapontada por não ter a chance de enfrentar a criatura. Rony pergunta qual a forma o bicho tomaria para ela, sugerindo sarcasticamente que seria uma tarefa de casa com nota nove, valendo dez.

Traduzido por: Antonio Kleber em 05/01/2013.
Revisado por: Renato Ritto em 11/01/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 20/01/2013.

Capítulo 08

Apesar de Hermione se sentir mal por Harry não poder ir com ela e Rony visitar Hogsmeade, ela discorda com o plano de Rony de que Harry deveria tentar persuadir McGonagall a deixá-lo ir, e eles discutem mais quando Bichento tenta atacar Perebas.

Quando Hermione, Harry e Rony descobrem que o coelho de Lilá morreu, o que parece provar a predição da Professora Trelawney no início do ano, Hermione se mantém cética. Ela aponta muitos furos na predição de Trelawney, e não se convence de que a Professora é uma vidente.

Na manhã de Halloween, Hermione e Rony vão juntos a Hogsmeade, depois de fazerem as pazes por causa de Bichento. Ao retornarem, contam a Harry sobre a visita e o ouvem falar sobre sua ida ao escritório de Lupin. Hermione não se preocupa tanto quanto os outros com Snape, e argumenta que ele não envenenaria Lupin na frente de Harry. Eles vão ao Salão Principal, onde o banquete de Halloween está começando.

Hermione, Rony e Harry seguem o resto dos grifinórios até a Torre da Grifinória após o banquete de Halloween. Quando eles chegam ao corredor onde fica o retrato da Mulher Gorda, está lotado de alunos. Quando Dumbledore chega, eles chegam mais perto para descobrir qual é o problema. Hermione fica chocada ao ver o retrato arranhado da Mulher Gorda.

Hermione fica preocupada ao se perguntar se Sirius Black ainda está no castelo, e pensa sobre a sorte que tiveram, pois ele escolheu uma noite em que não havia ninguém na Torre da Grifinória. Hermione fica irritada quando os alunos se perguntam como Black conseguiu entrar. Ela menciona que o castelo está protegido por mais do que apenas paredes – há feitiços para evitar que pessoas entrem escondidas ou aparatem.

Hermione, Rony e Harry ficam desapontados quando a aula de Defesa Contra as Artes das Trevas é dada pelo Professor Snape em vez de Lupin. Durante a classe, Hermione tenta responder as perguntas de Snape, mas é ignorada ou ordenada a ficar quieta. Hermione fica magoada quando Snape a chama de sabe-tudo insuportável durante a aula.

Traduzido por: Mari Trevisan em 18/04/2013.
Revisado por: Camila Dantas em 23/04/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 28/04/2013.

Capítulo 09

Hermione e Rony assistem à partida de Quadribol na arquibancada. Durante o intervalo chamado por Olívio Wood, Hermione corre para o campo e pede para que Harry a entregue seus óculos. Ela executa um feitiço Impervius nos óculos, fazendo com que a água seja repelida instantaneamente e Harry consiga ver direito.

Depois de Harry cair, Hermione, Rony e o time de quadribol da Grifinória se juntam ao redor da sua cama na ala hospitalar. Hermione está visivelmente triste com a queda de Harry. Ela fica hesitante quando Harry pergunta sobre sua vassoura, mas acaba admitindo que ela voou e bateu no Salgueiro Lutador . Ela conta a Harry que o Professor Flitwick a trouxe de volta, e coloca os restos da vassoura na cama de Harry.

Traduzido por: Thayse Onofrio em 15/04/2013.
Revisado por: Marina Anderi em 16/04/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 28/04/2013.

Capítulo 10

Depois da partida de quadribol, Hermione e Rony passam seu fim de semana na ala hospitalar junto com Harry. Hermione fica feliz com o retorno do professor Lupin à sala de aula na próxima segunda-feira, mas fica decepcionada quando ele diz à sala que eles não tem que fazer a redação pedida por Snape, já que ela já tinha terminado.

Hermione conta a Harry que ela decidiu ficar em Hogwarts durante as férias de fim de ano, já que ela precisa a usar a biblioteca, mesmo que Harry pense que é mais provável que ela, como Rony, simplesmente queira ficar com ele. Hermione está muito feliz quando uma visita final à Hogsmeade é anunciada para o último fim de semana do semestre, já que ela poderá fazer suas compras de natal lá. No dia da viagem, ela e Rony partem em direção a Hogsmeade juntos.

Hermione e Rony estão dentro da Dedos de Mel, tentando encontrar um presente para levar para Harry. Quando Harry aparece, Hermione está chocada, e se pergunta como ele chegou lá. Quando Hermione ouve sobre o Mapa do Maroto, ela acha que Harry deveria entregá-lo a professora McGonagall. Ela se preocupa com a possibilidade de Sirius Black usar uma das passagens para entrar em Hogwarts, e acha que os professores precisam saber delas. Ela não é convencida pelos protestos de Harry e Rony, mas concorda em não entregar Harry. Uma vez que ela e Rony pagaram pelos seus doces, os três deixam a Dedos de Mel e vão em direção ao Três Vassouras para uma cerveja amanteigada.

Quando os professores vão em direção da mesa ao lado da deles no Três Vassouras, Hermione sussurra o encantamento Mobiliarbus para mover a árvore de natal, ao lado da mesa deles, um pouco para o lado para esconder a mesa deles da vista. Depois que os professores deixam o bar, Rony e Hermione olham sob a mesa para Harry, sem palavras sobre o que eles acabaram de ouvir os professores discutirem.

Traduzido por: Dimitri Manaroulas em 19/04/2013.
Revisado por: Bruna Lopes em 20/04/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 28/04/2013.

Capítulo 11

Hermione se preocupa porque Harry não parece bem e diz que ele não deve se preocupar com o que eles ouviram no Três Vassouras. Assim como Rony, ela se preocupa que ele tentará ir atrás de Black e pede para que ele não o faça, lembrando-o que seus pais não quereriam que ele corresse perigo. Hermione não gosta da sugestão de Rony de irem ver Hagrid, visto que ela não acha que Harry deva sair do castelo. Quando eles chegam à cabana ouvem um gemido vindo de dentro. Quando Hagrid aparece aos soluços, Rony e Hermione ajudam Harry a levá-lo para dentro. Quando eles ficam sabendo que o Bicuço vai a tribunal, Hermione diz ao Hagrid que ele precisará de uma boa defesa. O trio vai à biblioteca no dia seguinte para pesquisar sobre o caso.

Hermione se junta aos garotos em seu dormitório no dia de Natal, levanto Bichento com ela. Ela acha suspeito quando descobre que nenhum bilhete veio com a Firebolt que Harry recebeu. Ela acha estranho que alguém compraria para Harry uma vassoura tão cara e não diria nada. Quando Bichento tenta atacar Perebas novamente, Hermione o leva embora. Ela fica furiosa por Rony ter tentado chutá-lo e os dois ficam bravos um com o outro o resto da manhã. Ela lança olhares furiosos à Firebolt como se esta tivesse ofendido-a pessoalmente.

Depois do jantar de Natal, Hermione volta a Sala Comunal da Grifinória com a Professora McGonagall, para quem ela havia contado sobre a Firebolt. Enquanto McGonagall se aproxima de Harry e Rony, Hermione se senta tentando esconder seu rosto atrás de um livro. Quando Rony a enfrenta, Hermione diz aos garotos que ela foi até a McGonagall porque ela suspeita que a vassoura tenha sido enviada por Sirius Black.

Traduzido por: Orley Lima em 17/04/2013.
Revisado por: Aline Camargo em 20/04/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 28/04/2013.

Capítulo 12

Hermione evita a Sala Comunal da Grifinória depois que a McGonagall confisca a Firebolt, embora ela esteja convencida que fez a coisa certa ao contar para ela. Depois da primeira aula de Defesa Contra as Artes das Trevas, Hermione ouve Harry e Rony conversarem sobre a doença de Lupin. Mostrando-se superior ela insinua que sabe o que ele tem de errado.

Conforme o ano letivo passa, todos os trabalhos de Hermione parecem cansá-la. Ela passa todas as noites no canto da Sala Comunal cercada por livros e papiros. Ela raramente fala e briga com qualquer um que tenta interrompê-la. Hermione é a única aluna na Sala Comunal que não se aproxima de Harry quando ele recebe a Firebolt de volta e mantém sua posição, dizendo que fez a coisa certa ao falar para McGonagall quando Rony a desafia. Embora ela pareça incrivelmente cansada, Hermione se recusa a largar qualquer uma das matérias, e ama todas elas. Hermione fica desnorteada quando Rony entra na Sala Comunal e grita com ela. Ela fica visivelmente irritada quando Rony mostra o sangue em um lençol, junto de um pêlo de gato castanho-avermelhado.

Traduzido por: Orley Lima em 29/04/2013.
Revisado por: Victória Oliveira em 29/04/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 18/05/2013.

Capítulo 13

Hermione afirma que Rony não tem nenhuma prova de que Bichento comeu Perebas, e acha que Rony está sendo preconceituoso com seu gato desde que ela o comprou. Ela fica chateada quando parece que Harry fica do lado do Rony e pede para ele deixá-la sozinha.

Hermione senta no canto da sala comunal enquanto todos o resto dos grifinórios comemoram. Ela conta a Harry que assistiu ao jogo, mas que não pode participar das comemorações porque tem que terminar seu trabalho. Quando ela ouve Rony fazer comentários sobre Perebas ter sido comido, ela desata a chorar e corre para o dormitório das meninas.

Traduzido por: Selma Alves em 23/04/2013.
Revisado por: Marina Anderi em 29/04/2012.
Postado por: Daniel Mählmann em 18/05/2013.

Capítulo 14

De acordo com Hagrid, Hermione não está nem um pouco feliz e o está visitando muito. Ela tem muita coisa a fazer e alem disso vem ajudando-o com o caso do Bicuço. Ela está muito brava com o encontro de Rony com Sirius Black. Quando ela fica sabendo que Harry está planejando ir para Hogsmeade novamente, ela ameaça contar a Professora McGonagall sobre o Mapa do Maroto. Ela não entende como Rony pode deixar Harry ir com ele depois dos acontecimentos do último final de semana.

Hermione suspeita que Harry tentará ir escondido para Hogsmeade novamente, e mantêm um olho nele durante o café da manhã. Ela então o vê subindo as escadas no Hall de Entrada, para longe dos visitantes de Hogsmeade.

Hermione anda em direção a Harry e Rony quando eles chegam à Torre da Grifinória. Seu lábio está tremendo e ela conta que Hagrid perdeu e Bicuço será executado.

Traduzido por: Orley Lima em 17/04/2013.
Revisado por: Aline Michel em 20/04/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 28/04/2013.

Capítulo 15

Hermione e Rony assistem a final de quadribol contra a Sonserina. Quando Grifinória vence o jogo, eles vão ao campo, sorrindo enquanto caminham em direção a Harry.

Traduzido por: André Panerai em 20/04/2013.
Revisado por: Marina Anderi 23/04/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 28/04/2013.

Capítulo 16

Hermione está incrivelmente ansiosa para os exames que estão por vir. Ela fica na defensiva quando Rony e Harry questionam-na sobre os horários de seus exames. Ela fica preocupada quando descobre que um carrasco está vindo para o recurso de Bicuço, pois acredita que o comitê já tenha decidido seu veredicto.

Hermione se sai bem em Defesa Contra as Artes das Trevas, até que ela tem que enfrentar o Bicho-Papão. Ela sai do baú gritando e leva algum tempo para se acalmar. Ela diz para o Professor Lupin que o Bicho-Papão havia se transformado na Professora McGonagall, que disse para ela que havia fracassado em todas as matérias.

Hermione, Rony e Harry estão muito preocupados com o recurso de Bicuço para se empolgarem com o fim dos exames como o resto dos estudantes. Hermione deixa os garotos e vai em direção a Estudo dos Trouxas – seu último exame.

Hermione e Rony sentam-se no canto da Sala Comunal, chateados por Hagrid ter perdido seu recurso. Quando Harry lhes diz que ele não está com sua Capa de Invisibilidade e não podem reavê-la caso Snape o veja, Hermione pergunta como abrir a corcunda da estátua da bruxa. Ela então deixa a Sala Comunal e retorna quinze minutes depois com a Capa. Hermione fica lisonjeada quando Rony comenta sobre suas recentes ações atípicas.

Os três caminham para a cabana de Hagrid. Hermione pergunta a Hagrid onde Bicuço está e ajuda-o a fazer o chá quando vê quão trêmulo Hagrid está. Ela deixa escapar um soluço enquanto ouve Hagrid falando sobre a execução, lágrimas descendo seu rosto. Hermione leva um susto quando vai colocar leite em uma jarra e vê Perebas no fundo. Ela vira a leiteira, derrubando o rato na mesa.

Quando Hagrid pede que eles vão embora, Hermione os cobre com a Capa de Invisibilidade mais uma vez. O trio sai pela plantação de abóboras e começam a andar em direção ao castelo. Hermione está desesperada para chegar rapidamente ao castelo, pois ela não quer estar por perto no momento da execução. Ela pede que Rony se apresse quando ele se distrai com Perebas. Ela tenta não ouvir as vozes atrás deles, mas ela ainda ouve o som do machado cortando o ar. Ela fica paralisada, incapaz de acreditar que eles realmente foram em frente com a execução.

Traduzido por: Orley Lima em 18/08/2013.
Revisado por: Aline Michel em 19/08/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 30/08/2013.

Capítulo 17

Hermione fica chocada quando escuta o machado da execução. Ela fica agitada pelo esforço de Rony com Perebas e se preocupa que eles serão vistos pelo comitê. Ela fica mais agitada quando vê Bichento vindo na direção deles e quer que seu gato vá embora. Ela e Harry correm atrás de Rony que segue Perebas, escorregando e parando na frente dos dois momentos depois. Ela diz para Rony voltar para debaixo da Capa de Invisibilidade, preocupada que Dumbledore e o comitê possam sair da cabana de Hagrid a qualquer minuto.

Hermione é atingida pelo Salgueiro Lutador enquanto Rony é arrastado pela cão enorme. Ela fica desesperada para procurar ajuda no castelo e fica muito preocupada com o plano de Harry de seguir Rony e o cachorro, no pelo Salgueiro Lutador. Ela fica confusa quando Bichento consegue paralisar o Salgueiro Lutador, mas segue o gato dentro o túnel na base da árvore.

Conforme eles correm pela passagem, Hermione se pergunta onde ela terminaria. Eles finalmente alcançam uma pequena abertura, por onde podem ver uma sala empoeirada. Hermione olha pela sala, e arregala os olhos quando vê as tábuas na janela, e, assustada, percebe que eles devem estar na Casa dos Gritos. Ela e Harry sobem as escadas e entram na sala aberta no topo da casa. Eles correm até Rony, quando o vêem.

Hermione fica petrificada quando Harry corre para atacar Black. Ela ajuda Rony a segurá-lo e implora par que ele pare de insultar Black. Quando Harry ataca Black, Hermione pega as varinhas dela e de Rony e sai do caminho. Ela grita por ajuda quando ouve passos ecoando através da Casa, mas quando Lupin chega, ele rapidamente desarma Harry.

Hermione fica histérica depois que Lupin abraça Black, furiosa com Lupin por traí-los e diz aos outros que ela esteve escondendo um segredo dele. Ela diz para Harry não confiar em Lupin, que ele esteve ajudando Black a entrar no castelo, que Lupin quer que Harry morra e que Lupin é um lobisomem. Ela diz a Lupin que sabe sobre ele ser um lobisomem desde que ela escreveu o texto para Snape, no começo do ano, e se sente boba por não ter dito aos outros que ele era um lobisomem quando ela teve chance.

Traduzido por: Orley Lima em 18/08/2013.
Revisado por: Aline Michel em 19/08/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 30/08/2013.

Capítulo 18

Hermione acha que a ideia de Perebas ser Pedro Pettigrew é ridícula. Sua voz treme enquanto ela tenta ter uma conversa racional com Lupin, certa de que essa história não pode ser verdade. Ela diz a Lupin que esteve estudando sobre os animagos enquanto fazia os deveres para McGonagall e que Pettigrew não estava listado no registro do Ministério.

Hermione ouve atenciosamente quando Lupin lhe conta a história. Ela fica horrorizada quando ele lhe conta como ele e seus amigos andavam pelos terrenos de Hogwarts em suas formas animais e se pergunta como ele pode ter arriscado a possibilidade de escapar deles e morder alguém.

Traduzido por: Orley Lima em 22/08/2013.
Revisado por: Edymara Prado em 22/08/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 30/08/2013.

Capítulo 19

Hermione grita depois que Snape se revela debaixo da Capa da Invisibilidade. Ela tenta conversar com Snape enquanto ele confronta Black, esperando para escutar o que Black tem a dizer, mas se cala depois que Snape perde a paciência. Hermione desarma Snape, mas fica aterrorizada quando percebe que Rony e Harry tentaram fazer a mesma coisa e que eles nocautearam o professor. Ele fica preocupada com os problemas que eles terão por terem atacado um professor.

Hermione pergunta a Lupin por que, quando Pettigrew este morando no mesmo dormitório de Harry por três anos, e como um adepto ao Voldemort, ele nunca tentou machucar Harry antes. Depois ela pergunta a Sirius como ele conseguiu fugir de Azkaban sem o uso de Magia Negra. Ele fica horrorizada quando Pettigrew agarra suas roupas e implora por sua ajuda em uma tentativa de ganhar misericórdia. Ela não diz nada e se afasta contra a parede.

Traduzido por: Aline Michel em 20/08/2013.
Revisado por: Mari Trevisan em 20/08/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 30/08/2013.

Capítulo 20

Hermione e Harry vêm na parte de trás do grupo que faz o caminho de volta da Casa dos Gritos, pela passagem. Ela escala a saída e começa a voltar para o castelo.

Hermione é segurada por Sirius quando os outros param de repente à frente deles. Ela fica horrorizada quando lembra que Lupin não havia tomado a poção naquela noite, e que não está seguro. Hermione vê Lupin e Sirius brigarem em suas formas animais.

Hermione dá um grito quando vê Pettigrew se jogando para a varinha descartada de Lupin. Ela corre até Rony enquanto Sirius persegue Pettigrew, mas não consegue descobrir o quê Pettigrew fizera com ele.

Hermione segue bem atrás de Harry, correndo atrás dos latidos e lamentos de Sirius. Eles param à beira do lago quando os gritos param, e veem Sirius de volta a sua forma humana, agachado na margem do lago. Com os Dementadores indo a suas direções, Hermione tenta ajudar Harry conjurando seu próprio Patrono, porém não consegue. Ela cai inconsciente perto de Harry, dominada pelos efeitos dos Dementadores.

Traduzido por: Danilo Chalita em 22/08/2013.
Revisado por: Aline Michel em 23/08/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 30/08/2013.

Capítulo 21

Assim que Dumbledore fecha a porta da ala hospitalar, Hermione apalpa o colarinho de sua capa, e puxa um comprido e fino colar de debaixo dela. Ela coloca o colar no pescoço de Harry, envolvendo-os, e aperta a ampulheta que está presa ao colar. Quando Hermione gira a ampulheta três vezes, a escura ala hospitalar parece se dissolver, e os dois se encontram em pé à luz do dia em um deserto Salão Principal. Hermione puxa Harry para dentro de um armário de vassoura do Salão Principal, fechando a porta atrás deles, e explica a Harry que eles usaram um Vira-Tempo para voltar no tempo. Ela aproxima sua orelha da porta do armário, e diz a Harry que ela pensa que consegue ouvir ela, Harry e Rony no Salão Principal, caminhando em direção à casa de Hagrid. Hermione explica que ela vem usando o Vira-Tempo o ano todo para conseguir assistir todas as suas aulas, tendo horas extras, para que ela pode fazer várias lições ‘ao mesmo tempo’.

Hermione está preocupada por não saber o que Dumbledore quer que eles façam. Ela e Harry logo se dão conta de que, para salvar Sirius, eles devem primeiro salvar Bicuço. Eles saem do armário e caminham rapidamente para fora do castelo; tentando não ser vistos, eles correm para a segurança da Floresta Proibida e, mantendo-se à beira das árvores, fazem seu caminho até a Cabana de Hagrid. Escondidos atrás de uma árvore perto da Cabana, Harry e Hermione veem Hagrid abrir a porta para eles no passado. Hermione diz a Harry que eles devem esperar até o Comitê chegar e ver Bicuço na plantação de abóboras antes deles o soltarem, caso contrário eles pensarão que Hagrid o deixou fugir. Os dois esperam e ouvem a caneca de leite quebrar e o grito de Hermione ao encontrar Perebas. Hermione é rápida em proibir a ideia de Harry de entrar correndo e pegar Pettigrew ali naquele momento, dizendo a ele em um suspiro apavorado que eles estariam quebrando uma das principais regras da bruxaria por mudarem o tempo. Ela diz a ele que coisas terríveis aconteceram com bruxos que interferiram com o tempo, e que ele no passado pensaria que tivesse enlouquecido se visse ele mesmo entrando pela porta de Hagrid, e poderia até o atacar em sua confusão.

Hermione espera, com o rosto pálido, enquanto Harry vai até Bicuço para libertá-lo. Ela cochicha pra ele acelerar, e está preocupada que eles serão pegos pelo Comitê. Ela sai de trás da árvore e ajuda Harry a puxar a corda de Bicuço, tentando fazê-lo andar mais rápido. Eles ficam parados escondidos pelas árvores, e escutam quando o sumiço de Bicuço é descoberto. Hermione e Harry tem que segurar a corda de Bicuço firmemente para impedi-lo de voltar à Hagrid. Hermione diz a Harry que eles terão que se esconder na floresta até que seja seguro se mover, depois tentar resgatar Sirius quando ele tiver sido levado ao castelo. Ela concorda em ir para mais perto do Salgueiro Lutador, porém insiste que fiquem fora de vista enquanto se movem. Hermione tem que impedir Harry de tentar pegar sua Capa de Invisibilidade da base da árvore, e o lembra de que ele não pode correr o risco de ser visto.

Depois que eles veem Snape entrar no túnel do Salgueiro Lutador, Hermione amarra Bicuço em volta da árvore mais próxima, e senta para esperar até que eles reapareçam da árvore. Hermione não entende como Sirius foi capaz de evitar os Dementadores, já que ela lembra ter visto um enxame de criaturas se aproximando dela, de Harry e de Sirius antes dela desmaiar. Ela se surpreende ao ouvir a teoria de Harry sobre o Patrono que apareceu, e imagina quem o conjurou. Ela contempla Harry com uma mistura de alarme e dó, quando ouve sua teoria de quem conjurou o Patrono.

Assim que veem o grupo emergindo do Salgueiro Lutador, Hermione fica aflita que Harry queira fazer algo para evitar a fuga de Pettigrew. Ela, com sucesso, o convence a não tentar nada, mas entra em pânico quando Harry percebe que Lupin, o lobisomem, correrá em suas direções em alguns minutos. Ela corre para desamarrar Bicuço e eles correm o mais rápido que podem até a Cabana de Hagrid, entrando na casa a tempo de escapar do lobisomem.

Hermione suspeita quando Harry diz que quer sair mais uma vez, com medo que ele tente interferir nos eventos mais uma vez. Ela permanece na Casa de Hagrid com Bicuço quando Harry sai. Ela eventualmente sai da Cabana de Hagrid com o Hipogrifo, e chega ao lago depois de Harry ter conjurado o Patrono, preocupada com o que ele tinha acabado de fazer. Hermione fica brava com Harry por ter interferido no passado, depois dele ter prometido que iria somente viajar, mas se surpreende quando ele explica o que tinha acontecido e impressionada que Harry tenha conseguido executar uma magia tão avançada.

Hermione e Harry continuam escondidos atrás do arbusto enquanto aguardam. Eles assistem Snape conjurar macas para seus corpos no passado e para Sirius e o vê acompanhando o grupo até o castelo. Hermione diz a Harry que eles têm cerca de quarenta e cinco minutos antes de Dumbledore trancar a porta da ala hospitalar, e que eles têm que resgatar Sirius e voltar à enfermaria antes que alguém perceba que eles sumiram. Hermione logo vê Macnair saindo do castelo. Ela sobe nas costas de Bicuço com a ajuda de Harry, e segura firmemente em sua cintura quando eles levantam voo. Ela não gosta de voar no Hipogrifo.

Hermione pede que Sirius se afaste ao perceber que a janela da sala de Flitwick está trancada, segurando a parte de trás das vestes de Harry com uma mão enquanto usa a varinha para abrir a janela. Quando Sirius está sentado atrás de Hermione no Bicuço, eles voam novamente, pousando nos terrenos do castelo. Hermione e Harry saltam do Hipogrifo imediatamente, e insistem que Sirius parta o mais rápido possível. Ela e Harry assistem enquanto Sirius e Bicuço voam para longe pela noite.

Traduzido por: Danilo Chalita em 25/08/2013.
Revisado por: Aline Michel em 29/08/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 30/08/2013.

Capítulo 22

Hermione puxa a manga de Harry quando se dá conta de que eles têm 10 minutos para voltar ao hospital sem ser vistos por ninguém. Eles passam pela porta que está atrás deles e descem a escada em espiral. Quando chegam ao fim, eles ouvem as vozes de Fudge e Snape vindas do corredor e se aproximam da parede para ouvir a conversa deles. Hermione e Harry esperam para ter certeza de que eles se foram, então correm para a direção oposta. Os dois desviam quando ouvem pirraça balburdeando acima, forçando os a se esconder em uma sala vazia. Hermione não gosta de Pirraça e diz a Harry que aposta que o fantasma está excitado com o beijo que Sirius vai receber. Faltando um minuto, eles correm até a enfermaria, se arrastando pelo corredor à medida que se aproximam da porta. Eles veem Dumbledore saíndo e dando as últimas instruções aos seus `eus passados` na ala hospitalar. Hermione e Harry correm até Dumbledore assim que ele fecha a porta e, magicamente vai fechá-la. Eles deitam-se no dormitório quando ele diz a eles que a área está limpa. Hermione vai até sua cama, guardando o Vira-Tempo nas suas vestes. Assim que eles se deitam e começam a comer o chocolate que Madame Pomfrey deu a eles, os dois ouvem berros bravos à distância se aproximarem.

Hermione fica quieta quando Snape acusa ela e Harry de ajudar Sirius a escapar. Quando Rony acorda, Hermione explica a ele o que está acontecendo.

Hermione deixa o Hospital no dia seguinte juntamente com Rony e Harry. Nem ela nem Rony tem vontade de ir à Hogsmeade com o resto da turma, então os três acabam por passear a beira do lago. Ela fica surpresa quando Hagrid conta que Bicuço fugiu, e diz a eles que isso é uma ótima notícia.

Hermione passa em todos os exames da escolar e tira 320% na nota de Estudo dos Trouxas. Assim que eles saem da estação no Expresso de Hogwarts, Hermione informa Harry e Rony que ela vai parar com a matéria de Estudo dos Trouxas, alegando que não pode passar mais um ano como este que ela passou junto com seu Vira-Tempo. Ela está preocupada com o quão chateado está Harry no trem e deseja que ele se anime. Mais tarde, Hermione percebe algo batendo na janela pelo lado de fora. Ela e Rony ficam tão excitados quanto Harry quando percebem que é uma carta de Sirius a Harry, e o encorajam para lerem voz alta. Hermione fica soberana quando ouve que estava certa em dizer que Sirius dera a Firebolt a Harry, apesar de ela ter errado sobre o fato de ela estar amaldiçoada.

Traduzido por: Danilo Chalita em 29/08/2013.
Revisado por: Camila Guedes em 02/09/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 06/09/2013.


Harry Potter e o Cálice de Fogo

Capítulo 05

Hermione está hospedada na Toca antes de viajar para a Copa Mundial de Quadribol com Harry e os Weasley. Hermione desaprova levemente o negócio inexperiente de Fred e Jorge, Gemialidades Weasley, e não achou tanta graça no incidente da Rua dos Alfeneiros número 4 quanto seus amigos. Ela e Rony estão ansiosos para saber se Harry teve notícias de Sirius durante o verão, mas ela impede Rony de perguntar a Harry, já que Gina está no quarto com eles.

Quando ela e Gina voltam para o andar de baixo, elas encontram Gui e Carlinhos no jardim, travando uma ridícula batalha com as mesas do jantar. Hermione para perto da cerca, dividida entre diversão e ansiedade com seu jogo de luta.

À mesa de jantar, Hermione ouve de perto quando Rony pergunta baixinho se Harry teve notícias de Sirius, porém recebe apenas uma resposta breve.

Traduzido por: Danilo Chalita em 15/10/2013.
Revisado por: Aline Michel em 17/10/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 15/01/2014.

Capítulo 06

Hermione caminha para o Monte Stoatshead para encontrar a chave deportal com Harry e os Weasleys. Ela viaja pela chave deportal para o acampamento, seus ombros batendo de maneira desconfortável com os ombros de Harry enquanto eles viajam, e cai no chão quando chegam, incapaz de ficar em pé.

Traduzido por: Aline Michel em 14/10/2013.
Revisado por: Bruna Lopes em 26/10/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 16/01/2014.

Capítulo 07

Hermione caminha para o espaço reservado para os Weasleys no acampamento juntamente com o resto do grupo. Ela e Harry trabalham juntos para montar as duas tendas, descobrindo onde a maioria dos postes e estacas devem ser colocados. Eles dão um passo para trás para admirar o seu trabalho quando eles terminam, mas ficam confusos quando percebem que as tendas são muito pequenas, e temem que o seu grupo de dez pessoas não caberá lá dentro.Hermione se junta a Rony e Harry enquanto caminham para a torneira do acampamento para pegar água para o grupo, cumprimentando várias colegas da escola no caminho. Quando Rony aponta para um pôster da Bulgária de seu apanhador, Krum, Hermione diz aos garotos que ela acha que Krum parece muito rabugento, e ela não se impressiona com o apanhador de dezoito anos. Ela não consegue conter a risada quando eles passaram por um bruxo do Ministério tentando convencer um bruxo de idade, Archie, a trocar seu pijama trouxa por uma calça risca de giz mais apropriada, e ela tem que sair da fila para a água. Ela retorna somente depois que Archie pegou sua água e foi embora.

Hermione e Rony ganham Onióculos de Harry antes da partida da Copa Mundial de Quadribol. Em retorno, Hermione compra a programação da partida para o trio.

Traduzido por: Aline Michel em 16/10/2013.
Revisado por: Bruna Lopes em 31/10/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 16/01/2014.

Capítulo 08

Hermione se junta aos Weasley e a Harry no camarote da Copa Mundial de Quadribol. Ela e Rony olham ao redor com interesse quando Harry começa a conversar com Winky, o elfo doméstico.

Hermione ansiosamente lê o seu programa, e diz aos outros que haverá uma apresentação dos mascotes dos times antes da partida. Hermione fica confusa quando, durante a apresentação das Veela, ela vê Harry e Rony agindo de maneira estranha. Ela assiste à partida avidamente e fica horrorizada quando ela vê Krum e Lynch lançando-se violentamente em direção ao chão na perseguição pelo Pomo, certa de que eles irão bater. Ela acha que Krum foi muito corajoso; ela assiste quando ele pousa no campo e acha que ele parece cansado depois da partida.

Traduzido por: Aline Michel em 21/10/2013.
Revisado por: Mari Trevisan em 30/10/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 16/01/2014.

Capítulo 09

Hermione corre em direção à floresta com Rony e Harry, seguindo os gêmeos e Gina. Ela fica desanimada quando eles cruzam com Draco Malfoy, que diz a ela que os bruxos atacando o acampamento estão atrás de Trouxas, e que eles reconheceriam uma ‘Sangue ruim’ se a vissem. Ela impede que Rony morda a isca de Malfoy, e puxa Rony e Harry com ela através do caminho, deixando Malfoy para trás.

Hermione anda para dentro da floresta com Harry e Rony. Ela fica indignada quando eles veem Winky caminhando na direção deles parecendo ter dificuldade em andar, e diz aos meninos que ter elfos domésticos não é nada além de escravidão. Ela fica chateada com o fato de Bartô Crouch ter feito Winky sentar no camarote do estádio quando o elfo claramente tem medo de altura, e que ela não pode fugir do tumulto no acampamento porque não pediu permissão. Hermione fica irritada quando Rony se encanta por uma Veela na floresta, e ela e Harry carregam ele firmemente para longe do grupo, dentro do coração da floresta.

Hermione fica apavorada quando a Marca Negra aparece no céu, e insiste a Harry para deixarem a clareira. Ela diz a Harry que a Marca é o sinal de Voldemort, e quer sair de lá o mais rápido possível. O trio é impedido de ir longe pelos bruxos do ministério que aparecem na clareira, e por pouco escapam de serem estuporados. Hermione fica horrorizada ao perceber que os bruxos acreditam que Winky conjurou a Marca, e tenta dizer a eles que não foi a voz dela que eles ouviram lançando o feitiço. Ela fica brava com Bartô Crouch quando ele deixa claro que irá punir Winky, e brava com o jeito que os outros bruxos estão tratando o elfo. Depois que Bartô Crouch sai com Winky, Hermione caminha de volta para as tendas com Arthur, Harry e Rony, onde eles contam aos outros sobre os eventos na floresta.

Traduzido por: Aline Michel em 22/10/2013.
Revisado por: Mari Trevisan em 30/10/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 16/01/2014.

Capítulo 10

Hermione volta à Toca com Harry e os Weasley após a Copa Mundial de Quadribol. Ela faz um copo de chá forte para Molly Weasley quando eles estão sentados na cozinha, para ajudar a amenizar seu choque. Ela e Rony olham curiosamente para Harry quando Molly diz que não recebeu nenhuma carta enquanto eles estavam longe, e o seguem em direção ao quarto de Rony, onde podem conversar com privacidade. Quando Harry conta a eles que acordou com sua cicatriz doendo em uma manhã, ela suspira horrorizada, e começa a dar várias sugestões ao mesmo tempo; ela menciona uma série de livros de referência e sugere que ele converse com alguém sobre isso: qualquer um desde o Professor Dumbledore até Madame Pomfrey. Ela fica menos preocupada quando Harry menciona a predição da Professora Trelawney no ultimo semestre do terceiro ano, e diz que ela não deveria prestar nenhuma atenção no que Trelawney diz certa de que a professora é uma fraude. Hermione raciocina que Sirius talvez não tenha respondido a carta de Harry porque ele está muito longe: eles não sabem onde ele está vivendo e pode estar tão longe quanto África, e Edwiges demoraria mais que somente alguns dias. Ela se incomoda quando Rony sugere que ele e Harry joguem uma partida de Quadribol e não acha que Rony esteja sendo particularmente sensível. Ela sai do quarto quando Harry concorda com a ideia de Rony, murmurando algo que soou como “Garotos”.

No domingo antes de eles terem que partir para Hogwarts, Hermione se senta na sala da Toca, imersa no livro “Livro Padrão de Feitiços –4º Ano”. Quando a conversa se volta para Rita Skeeter e seus artigos sarcásticos, Hermione fica brava; ela diz que Bartô Crouch tem sorte de Rita Skeeter não saber o quão malvado ele é com Elfos, e se enfurece porque os Elfos são tratados como escravos.

Traduzido por: Danilo Chalita em 28/10/2013.
Revisado por: Aline Michel em 31/10/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 16/01/2014.

Capítulo 11

Hermione viaja com Harry e a família Weasley para a Estação Kings Cross. No trem, ela silencia Harry e Rony quando eles escutam Draco Malfoy conversando no vagão ao lado. Ela fica brava quando eles escutam Malfoy conversando sobre Durmstrang, e diz que ela deseja que ele tivesse ido para lá. Ela diz a Harry e Rony sobre as outras duas escolas de bruxaria: Academia de Magia Beauxbatons e Durmstrang. Com o progresso da jornada, Hermione se torna entediada com toda a conversa sobre a Copa Mundial de Quadribol, e se enfia no Livro Padrão de Feitiços, 4ª série. Depois do confronto de Rony com Malfoy, ela tenta acalmar Rony, e conserta a janela estilhaçada da porta do vagão. Na estação de Hogsmeade, ela, Harry, Rony e Neville caminham para as carruagens, felizes por não estarem viajando pelo lago na chuva e no frio.

Traduzido por: Aline Michel em 23/10/2013.
Revisado por: Antonio Kleber Gomes em 23/10/2013.
Postado por: Daniel Mählmann em 16/01/2014.

Capítulo 11

Hermione corre das carruagens e pelas escadarias para o castelo com Harry, Rony e Neville. Eles passam pelo Hall de Entrada e entram no Grande Salão para o banquete do começo do ano. Hermione se pergunta quem será o novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas e se preocupa poie eles podem não ter conseguido ninguém para trabalhar. Hermione fica horrorizada quando Nick-Quase-Sem-Cabeça lhe conta que exitem Elfos Domésticos trabalhando em Hogwarts. Ela se recusa a comer a comida do banquete quando Nick conta a ela que eles não são pagos nem recebem qualquer outros benefício que ela acha que deveriam. Ela considera o banquete fruto de trabalho escravo. Hermione resiste a todas as tentativas de Rony de fazê-la comer.

Hermione se assusta quando professor Dumbledore explica que o Torneio Tribruxo havia sido descontinuado devido a quantidade de fatalidades. Ela caminha de volta para a Torre da Grifinória com seus amigos; quando entram na sala comunal, Hermione olha para a lareira e faz um olhar sombrio. Ela entra no dormitório das garotas reclamando sobre trabalho escravo.

Traduzido por: Orley Lima em 01/02/2014.
Revisado por: Bruna Lopes em 20/03/2014.
Postado por: Pedro Martins em 21/05/2014.

Capítulo 13

Hermione arrogantemente diz a Rony e Harry à mesa do café da manhã que ela decidiu que há melhores maneiras de defender os direitos dos elfos do que se recusar a comer a comida que eles produzem. Ela examina seu novo horário escolar junto com Harry e Rony, feliz por não ter mais que assistir às aulas de Adivinhação. Depois do café da manhã e sua aula de Herbologia, Hermione caminha até a cabana de Hagrid com Rony e Harry para a aula de Trato das Criaturas Mágicas. Ela não está interessada em alimentar os explosivins que Hagrid produziu para sua aula, mas defende Hagrid quando Draco Malfoy começa a questionar seu planejamento para a aula. No almoço, Hermione exprime sua exasperação com a escolha de criaturas de Hagrid; ela espera que quando descubram o que os explosivins gostam de comer, eles terão seis pés de altura. Apesar de defender Hagrid durante a aula, ela acha que Draco está certo, e pensa que a melhor coisa seria destruir os Explosivins antes que eles comecem a atacar os estudantes. Engole o seu almoço e diz aos garotos que quer ir à biblioteca; ela levanta depois de terminar sua comida e caminha para fora do Salão Principal em grande velocidade.

Hermione se junta a Harry e Rony na fila para o jantar depois da aula de Aritmancia. Ela e Harry seguram Rony depois que Draco o provoca com o artigo do Profeta Diário sobre Arthur, agarrando a parte de trás das vestes de Rony para impedi-lo de correr até Draco. Hermione deixa o jantar mais cedo, pois quer voltar para a biblioteca. Ela diz a Harry e Rony que não irá fazer lição de casa, mas não revela mais nada.

Traduzido por: Aline Michel em 22/01/2014.
Revisado por: Renato Augusto Ritto em 14/12/2014.
Postado por: Pedro Martins em 06/01/2015.

Capítulo 14

Hermione chega em cima da hora para a aula de Defesa Contra as Artes das Trevas, pois estava na Biblioteca. Ela senta na sala, com os outros alunos, esperando pelo começo da aula. Quando Moody pergunta se os alunos podem falar sobre alguma maldição proibida, a mão de Hermione voa no ar, mas é ignorada por Moody. Hermione pede que Moody pare de realizar a Maldição Cruciatus na aranha em sua mesa, quando percebe a reação de Neville a Maldição. A mão de Hermione treme quando ela a levanta para ser voluntária e falar o nome da última Maldição Imperdoável: a Maldição da Morte. Ela apressa Rony e Harry para fora da sala quando a aula termina, preocupada com Neville.

Hermione entra na sala comunal quando Rony e Harry estão fazendo suas lições de Adivinhação, carregando uma porção de pergaminhos em uma mão e uma caixa na outra. Ela conta alegremente para eles que ela já terminou seu dever, e os mostra o conteúdo da caixa: cinquenta broches, todos de cores diferentes, com as letras F.A.L.E. Hermione conta para Rony e Harry que ela está começando uma fundação, a Fundação de Apoio à Libertação dos Elfos Domésticos, para ajudar a protestar contra a falta de direitos élficos. Ela ignora a insistência contínua de Rony de que elfos gostam de ser escravizados e fala bem alto sobre seus protestos. Hermione elucida aos meninos seu plano de associação ao F.A.L.E., antes de se distrair com a chegada de Edwiges na janela.

Hermione está ansiosa para ouvir o que a carta de Sirius diz. Hermione tenta acalmar Harry depois que ele lê que Sirius está voltando, estando ela mesma chocada pela notícia.

Traduzido por: Juliana Torres em 23/02/2014.
Revisado por: Aline Michel em 25/02/2014.
Postado por: Pedro Martins em 13/04/2014.

Capítulo 15

Hermione fica zangada com Harry quando ele diz a ela e Rony sobre a carta que ele enviou para Sirius, pois ela sabe que ele mentiu para Sirius. Ele tenta discutir mais com Harry sobre a carta, mas desiste do assunto depois de Rony insistir.

Hermione está incerta sobre os planos do Professor Moody de colocar os estudantes sobre a Maldição Imperius durante sua aula de Defesa Contra as Artes das Trevas, por saber que a Maldição é ilegal. Ele fica em silêncio depois que Moody diz que ela pode sair da aula se ela não quer aprender sobre a maldição do jeito difícil. Hermione é a única aluna na aula de Transfiguração da Professora McGonagall que consegue transformar um ouriço em uma almofada de alfinetes satisfatória. Ela tenta não parecer muito satisfeita consigo mesma quando McGonagall ressalta isto para Dino Thomas.

Hermione fica junto com Harry e Rony, tremendo levemente, enquanto eles esperam os estudantes de Durmstrang chegarem a Hogwarts.

Traduzido por: Aline Michel em 29/01/2014.
Revisado por: Bruna Lopes em 10/06/2014.
Postado por: Pedro Martins em 09/12/2014.

Capítulo 18

Hermione não está impressionada com a agitação ao redor de Vítor Krum quando eles caminham de volta à escola; ela lembra Rony frustradamente que Krum é apenas um jogador de quadribol. Ela fica irritada quando vê os alunos de Beauxbatons sentados miseravelmente na mesa da Corvinal e se pergunta por que eles não trouxeram casaco com eles. Ela rejeita a afirmação de Rony de que a bela estudante de Beauxbatons, Fleur Delacour, é uma Veela, e diz a Rony que ele é o único que está babando por Fleur como um idiota. Ela aponta para Rony e Harry a chegada de Bartô Crouch e Ludo Bagman à mesa dos professores.

Hermione está incerta com relação ao plano de Fred e Jorge de colocar seus nomes no Cálice de Fogo depois de tomar uma gota da Poção para Envelhecer, e sabe que Dumbledore teria previsto este tipo de situação quando desenhou a linha etária. Ela, Rony e Harry visitam Hagrid em sua cabana; Hermione traz sua caixa cheia de broches do F.A.L.E. e tenta convencer Hagrid a se juntar à sociedade. Ela arregala os olhos quando vê Hagrid vestido em suas roupas elegantes, porém incomuns, aparentemente sem palavras. Ela e os dois garotos almoçam com Hagrid; Hermione encontra uma garra grande em seu ensopado de “carne” e perde o apetite. Ela fica desapontada quando Hagrid se recusa a se juntar ao F.A.L.E., e coloca sua caixa de broches de volta no bolso de sua jaqueta. Hermione se surpreende quando Hagrid coloca perfume antes de deixar a cabana; ela fica indignada quando mais tarde vê Hagrid caminhando em direção ao castelo acompanhando por Madame Maxime, pois achou que ele estivesse esperando por ela, Harry e Rony. Ela caminha para o Salão Principal com Harry e Rony para a ceia de Halloween e o anúncio dos campeões do Torneio Tribruxo.

Traduzido por: Aline Michel em 05/02/2014.
Revisado por: Bruna Lopes em 10/06/2014.
Postado por: Pedro Martins em 07/01/2015.

Capítulo 18

Hermione se junta a Harry para uma caminhada nos terrenos de Hogwarts na manhã seguinte ao anúncio dos campeões do Torneio Tribruxo. Ela acredita que Harry não colocou o próprio nome no Cálice de Fogo, a expressão em seu rosto quando seu nome foi lido em voz alta a convenceu de sua inocência. Ela acredita que a razão para Rony estar agindo daquela maneira é porque ele está com inveja de Harry. Ela sabe que não é culpa de Harry ser frequentemente o centro das atenções, mas tentar explicar para Harry porque Rony se sente daquela maneira. Ela acha irritante esse estranhamento entre os dois e pede para Harry conversar com Rony e resolver a situação. Hermione encoraja Harry a escrever para Sirius e avisar o que aconteceu, sabendo que Sirius preferiria saber sobre isso por Harry em vez de no Profeta Diário.

Hermione caminha com Harry para as masmorras para a aula dupla de Poções, depois do almoço. Quando os dois chegam à masmorra de Snape, eles encontram os Sonserinos esperando do lado de fora. Hermione tenta avisar Harry para não cair nas provocações de Draco Malfoy, mas não tem sucesso. Ela é atingida pelo feitiço Densaugeo lançado por Malfoy, depois de ele ricochetear no feitiço Fernunculus de Harry; seus dentes da frente começam a crescer de uma forma alarmante, passando dos seus lábios inferiores, na direção de seu queixo, fazendo com que ela pareça um castor. Ela solta um grito aterrorizada quando sente seus dentes, entrando em pânico. Ela é forçada por Rony a mostrar seus dentes para o Professor Snape quando ele chega à cena. Seus olhos se enchem de lágrimas quando Snape diz que não vê diferença em sua aparência e sai correndo pelo corredor para fora de vista.

Hermione não vai para o Salão Principal jantar depois dos eventos daquela tarde; Harry acha que ela deve estar na Ala Hospitalar arrumando seus dentes.

Traduzido por: Juliana Torres em 08/05/2014.
Revisado por: Aline Michel em 09/05/2014.
Postado por: Pedro Martins em 01/10/2014.

Capítulo 19

Hermione é citada no artigo de Rita Skeeter para o Profeta Diário como sendo o interesse amoroso de Harry. Hermione pede para que Harry ignore os comentários maldosos feitos por outros estudantes depois que o artigo é publicado. Ela fica furiosa por Harry e Rony ainda não estarem falando um com outro, e tenta persuadir Harry a falar com Rony.

Hermione chama Harry para ir com ela para Hogsmead no final de semana. Ela planejou de encontrar Rony no Três Vassouras, mas não consegue convencer Harry a ir. Ela odeia conversar com Harry quando ele está escondido pela Capa da Invisibilidade, já que ela nunca sabe se está olhando para ele ou não. Hermione e Harry caminham até o Três Vassouras depois da visita na loja Dedos de Mel. Ela compra uma Cerveja Amanteigada para Harry, e passa para ele por baixo da Capa depois que ela senta-se à mesa do canto. Ela fica feliz quando vê Hagrid no bar com Professor Moody e cumprimenta os dois. Hermione fica surpresa quando Harry diz que Hagrid quer encontrá-lo à meia-noite, e se pergunta o que ele quer. Ela não tem certeza de que Harry deva ir, já que isso pode atrasá-lo para o encontro com Sirius na sala comunal.

Traduzido por: Aline Michel em 04/03/2014.
Revisado por: Bruna Lopes em 10/06/2014.
Postado por: Daniel Mählmann em 07/01/2015.

Capítulo 20

Hermione é levada por Harry para uma caminhada nos jardins da escola depois do café da manhã. Ela ouve tudo sobre a conversa dele com Sirius e sobre os dragões enquanto eles andam pelo lago. Enquanto caminham, eles tentam pensar em um feitiço que dominará o dragão, e vão para a biblioteca para continuar a pesquisa.Hermione ajuda Harry a praticar seu Feitiço Convocatório depois de sua conversa com o Professor Moody. Hermione se recusa a perder a aula de Aritmância para ajudar Harry a praticar, mas continua a ajudá-lo depois do jantar. Os dois ficam acordados até depois das duas da manhã praticando o feitiço até que ela esteja satisfeita por ele ter conseguido aprender.

Hermione chega à tenda dos campeões depois da primeira tarefa com Rony nos seus pés. Ela se posiciona nervosa entre os garotos enquanto eles conversam. Ela começa a chorar quando os garotos finalmente fazem as pazes. Ela diz que eles são estúpidos; ela bate o pé no chão antes de lhes dar um abraço e correr pra fora, praticamente uivando enquanto caminha.

Traduzido por: Orley Lima em 05/05/2014.
Revisado por: Aline Michel 06/05/2014.
Postado por: Daniel Mählmann em 07/01/2015.